You are here

Os jovens e a segurança e saúde no trabalho

Young people and OSH. Young worker and older working talking
As estatísticas mostram que os jovens adultos entre os 18 e 24 anos de idade têm maior probabilidade de ter um acidente grave no trabalho do que os adultos mais velhos. Podem ser expostos a más condições de trabalho, levando ao desenvolvimento de doenças profissionais ainda em jovem ou numa fase mais adiantada da vida.

Os jovens, sendo novos no local de trabalho, podem não ter experiência e, muitas vezes, maturidade física e psicológica. Poderão não levar suficientemente a sério os riscos que enfrentam. Outros fatores que colocam os jovens em situação de maior risco são, nomeadamente:

  • Competências e formação insuficientes
  • Desconhecimento dos seus direitos e dos deveres do seu empregador
  • Falta de confiança para se fazerem ouvir
  • Não reconhecimento por parte dos empregadores da proteção adicional de que os jovens trabalhadores necessitam

A EU-OSHA produz estatísticasmonitoriza os riscos que os jovens enfrentam e apoia a partilha de boas práticas com vista à sua proteção no local de trabalho.

Direitos e responsabilidades dos empregadores

É da responsabilidade do empregador proteger a segurança e saúde dos trabalhadores, devendo dedicar especial atenção aos jovens trabalhadores. Devem realizar uma avaliação de riscos antes de um jovem iniciar o seu trabalho e aplicar as medidas necessárias à sua proteção.

Os jovens trabalhadores devem receber trabalho apropriado, bem como formação e supervisão adequadas. Os empregadores devem promover uma forte cultura de segurança e envolver os jovens trabalhadores nas questões de segurança. Aplicam-se regras especiais aos jovens com menos de 18 anos de idade.

A Diretiva 94/33/CE estabelece as obrigações legais das entidades patronais. Essas obrigações são estabelecidas na regulamentação própria de cada Estado-Membro. As organizações nacionais de segurança e saúde, bem como os sindicatos, são boas fontes de aconselhamento.

Ler a ficha técnica para os empregadores.

Direitos e responsabilidades dos jovens trabalhadores

Assiste aos jovens o direito a fazer perguntas, manifestar as suas preocupações e recusar tarefas que não sejam seguras.

Paralelamente, têm a responsabilidade de seguir as políticas de SST e cuidar da sua própria segurança e da dos colegas.

Se é um jovem trabalhador e tem um problema, é fundamental que o dê a conhecer a alguém. Converse com o seu chefe, se puder. Se não puder, fale com o seu representante para os assuntos de segurança, com um funcionário responsável pela saúde no trabalho ou com os pais, tutor ou colega de confiança. As organizações nacionais de segurança e saúde, bem como os sindicatos, são boas fontes de aconselhamento.

  • Pergunte no caso de ter dúvidas sobre qualquer assunto
  • Conheça os seus direitos e onde obter ajuda
  • Compreenda os riscos e o que fazer numa situação de emergência
  • Não realize tarefas sem formação — e siga os procedimentos estabelecidos

Ler a ficha técnica para os jovens trabalhadores.

Ajudar os educadores e os pais

Os educadores têm um papel fundamental a desempenhar. Se puderem incutir uma atitude positiva e uma compreensão da prevenção do risco nos jovens desde cedo, estarão a contribuir para os manter em segurança ao longo da vida.

Utilizando o protagonista da série de animação Napo, a EU-OSHA concebeu uma série de ferramentas didáticas para professores sobre segurança e saúde no trabalho (SST), com o objetivo de incluir as questões de segurança e saúde, de uma forma divertida e imaginativa, utilizando os videoclipes e as atividades criativas do Napo.

Os educadores envolvidos na organização de formação profissional ou de estágios devem verificar os acordos em matéria de segurança e saúde com os seus empregadores.

Saiba mais sobre a integração da segurança e saúde na educação.

Os pais podem apoiar os jovens, certificando-se de que compreendam os seus direitos e responsabilidades. Os pais também podem ajudar, conversando com eles sobre o trabalho, os estudos e a sua segurança e saúde.

Ler a ficha técnica para os pais.