Glossary

ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZp
A
Absentismo

Ausências não programadas (por vezes repetidas ao longo de um período de tempo) em tempo de trabalho.

Aptidão para o trabalho

Reflete o equilíbrio entre as exigências de trabalho e os recursos individuais (pessoais), por exemplo em termos de tipo de trabalho, volume de trabalho, organização do trabalho, saúde, competências, valores, atitudes e motivação.

Avaliação de Riscos

A avaliação de riscos é o processo que mede os riscos para a segurança e saúde dos trabalhadores decorrentes de perigos no local de trabalho. É uma análise sistemática de todos os aspectos relacionados com o trabalho, que identifica:aquilo que é susceptível de causar lesões ou danos;a possibilidade de os perigos serem eliminados e, se tal não for o caso;as medidas de prevenção ou protecção que existem, ou deveriam existir, para controlar os riscos.

Avaliação de riscos sensível à diversidade

Ter em conta a diversidade da mão-de-obra na avaliação e gestão dos riscos profissionais.

Avaliação de riscos sensível ao género

Incluir as questões de género na avaliação de riscos no local de trabalho.

C
Carga muscular estática

É o esforço que os músculos têm de fazer para manter uma posição sem movimento, por exemplo, manter um braço esticado sem o mover, ou permanecer sentado ou de pé na mesma posição sem se mover.

F
Fatores de risco de LME

Diferentes grupos de fatores podem contribuir para as LME, incluindo fatores físicos e biomecânicos, fatores organizacionais e psicossociais, fatores individuais e pessoais.

Físicos ou biomecânicos

As posturas e os movimentos de trabalho podem ser nocivos em resultado da repetição, da duração ou do esforço. Por exemplo, os fatores de risco físicos seguintes: trabalho físico pesado (stresse físico), elevação de cargas, posturas difíceis, tarefas de trabalho prolongadas, posição sentada ou de pé prolongada e tarefas que têm de ser executadas repetidamente ou com grande precisão.

I
Individuais e pessoais

A idade, o sexo, a altura, o comprimento do braço, a capacidade física, a história clínica prévia, a falta de conhecimento das técnicas de trabalho e dos procedimentos de segurança podem também ser fatores de risco de LMERT se os riscos não forem geridos adequadamente.

Intervenção precoce

Tomar medidas — como a prestação de apoio profissional, a consulta e o diagnóstico rápidos, o ajustamento do ambiente de trabalho — assim que os sintomas surgem. Tais medidas reduzem significativamente a probabilidade de o trabalhador necessitar de se ausentar do trabalho por períodos longos. A intervenção precoce pode reduzir o absentismo e conduzir a poupanças reais nos sistemas nacionais de saúde e nos sistemas de proteção social.

L
Lesões musculosqueléticas dos membros inferiores relacionadas com o trabalho

Lesões que afetam as extremidades inferiores, principalmente a anca, o joelho e os pés, que sejam causadas ou agravadas principalmente pelo trabalho e pelos efeitos do ambiente em que o trabalho é realizado.

Lesões musculosqueléticas dos membros superiores relacionadas com o trabalho

Lesões que afetam a região cervical, os ombros, os braços, as mãos, os punhos e os dedos, causando dor, desconforto, dormência e sensações de formigueiro, que sejam causadas ou agravadas principalmente pelo trabalho e pelos efeitos do ambiente em que o trabalho é realizado.

Lesões musculosqueléticas lombares relacionadas com o trabalho

As LMERT lombares incluem alterações ou lesões dos discos vertebrais, lesões musculares e dos tecidos moles, causadas ou agravadas pelo trabalho.

Lesões musculosqueléticas relacionadas com o trabalho (LMERT)

As lesões musculosqueléticas relacionadas com o trabalho consistem em alterações das estruturas corporais, tais como músculos, articulações, tendões, ligamentos, nervos, ossos e parte terminal do sistema circulatório periférico (capilares), que são causadas ou agravadas principalmente pelo trabalho e pelos efeitos do ambiente em que o trabalho é realizado.

LME agudas

Têm um início rápido, manifestam-se sobretudo por desconforto de curta duração, devem-se à exposição a fatores de risco de LME. Um efeito agudo são também aqueles que têm um impacto de curto prazo.

LME crónicas

Resultam do efeito cumulativo da exposição a fatores de risco e manifestam-se por desconforto de média ou longa duração. Os efeitos crónicos na saúde são também aqueles que têm um impacto a longo prazo ou surgem associados a doenças com períodos de latência longos.

M
Mapa corporal

Um mapa corporal é uma imagem que mostra a(s) parte(s) do corpo do trabalhador afetada(s) e onde é referida a sintomatologia provocada pelo seu trabalho.

Mapeamento de perigos

Um mapa de perigos mostra onde existem situações com potencial para determinar consequências para a segurança e saúde no trabalho. Essas consequências podem surgir como doenças, lesões ou situações de stresse para os trabalhadores.

O
Organizacionais

A forma como o trabalho é organizado em termos de número de horas de trabalho consecutivas, oportunidades de pausas, o ritmo do trabalho e a variação das tarefas de trabalho, afetam o peso das tarefas físicas.

p
perigo

evento físico, fenómeno ou atividade humana potencialmente prejudicial, que pode causar perda de vidas ou lesões, danos materiais, grave perturbação da vida social e económica ou degradação ambiental

P
Postura estática

Uma postura estática é uma postura mantida por um longo período de tempo. Os exemplos incluem a posição de pé, a posição sentada ou a posição ajoelhada.

Postura sentada dinâmica ou em movimento

Movimento ou mudança de postura na posição sentada.

Posturas

Postura é a organização no espaço dos segmentos corporais, cabeça, tronco e membros. Uma postura ativa exige a ação coordenada dos músculos e estruturas do corpo. As posturas podem ser estáticas ou dinâmicas.

Posturas dinâmicas

As posturas dinâmicas referem-se ao alinhamento corporal durante o movimento. Pode ser entendido relativamente ao corpo inteiro ou aos segmentos que estão em movimento.

Presentismo

Situação em que os trabalhadores vão trabalhar apesar de terem uma doença que justifica uma ausência e, em consequência, executam o seu trabalho em condições subótimas.

Psicossociais

Tanto o volume de trabalho excessivo como a elevada intensidade de trabalho podem aumentar os níveis de stresse dos trabalhadores, o que, por sua vez, pode aumentar a sua tensão muscular e a sua sensibilidade à dor. Além disso, a falta de controlo sobre as tarefas de trabalho ou sobre a forma ou o ritmo a que as tarefas são executadas, bem como a falta de apoio por parte dos colegas ou da gestão, podem também aumentar o risco de LMERT. Isto deve-se ao facto de os trabalhadores se sentirem sujeitos a uma pressão excessiva no trabalho, o que os impede de tomarem as precauções adequadas ou de adotarem práticas e posturas de trabalho seguras. Em consequência, os fatores psicossociais tornam-se fatores de risco para as LMERT.

R
Reabilitação

Um processo de recuperação dos «níveis funcionais físicos, sensoriais, intelectuais, psicológicos e sociais» do doente.

Regresso ao trabalho

O regresso ao trabalho é um esforço coordenado que visa a permanência no emprego e evita a saída precoce do trabalho, englobando todos os procedimentos e intervenções destinados a proteger e a promover a saúde e a aptidão para o trabalho dos trabalhadores e a facilitar a reintegração no local de trabalho de pessoas com a capacidade de trabalho reduzida devido a lesão ou doença.

Riscos

Um risco é a possibilidade, elevada ou reduzida, de alguém sofrer danos provocados pelo perigo.

S
Saída / reforma antecipada

A saída / reforma antecipada do trabalho por razões de saúde é uma situação em que uma pessoa deixa o seu trabalho antes da idade habitual para cessar a vida ativa (reformar-se) devido à sua saúde.

T
Trabalho sedentário

É um trabalho em que se está sentado durante a maior parte do tempo, ou em que se está sentado de forma contínua durante períodos prolongados.