Destaques

Back to highlights

Fatores de risco psicossociais e LME: o que podemos aprender sobre o impacto das tecnologias digitais, a prevenção e o regresso ao trabalho?

Image

© Andreas Rudolf Ruhmanseder

Uma série de documentos de discussão e artigos analisa o impacto que os fatores de risco psicossociais (por exemplo, uma carga de trabalho excessiva) podem ter no desenvolvimento de uma lesão musculoesquelética (LME).

Um dos documentos consiste numa publicação que examina o efeito exercido pela digitalização na exposição dos trabalhadores a fatores de risco físicos (por exemplo, tarefas repetitivas) de LME relacionadas com o trabalho.

As publicações debatem ainda a prevenção de riscos psicossociais e LME em conjunto, apresentando boas práticas para um regresso sustentável ao trabalho.

Para informações pormenorizadas, consulte:

Regresso ao trabalho após baixa por doença relacionada com as LME no contexto dos riscos psicossociais no trabalho

Fatores de riscos psicossociais no trabalho na ocorrência e prevenção de LME (no contexto das novas formas de trabalho e da digitalização)

Fatores de risco psicossociais de LME – abordagens de prevenção