Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
Saltar para conteúdo. Pesquisar FAQ Ajuda Quem somos

Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho

Seleccionar Língua:

Rede OSHA
Loading
Você está aqui: Entrada Tópicos Promoção da saúde no local de trabalho
OWP_small.jpg

Promoção da saúde no local de trabalho

A promoção da saúde no local de trabalho (PSLT) é o processo que resulta do esforço conjunto de empregadores, trabalhadores e sociedade em geral, para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas no trabalho. A PSLT pode ser conseguida através de uma combinação de estratégias que visem: melhorar a organização do trabalho e o ambiente de trabalho; promover a participação activa dos trabalhadores em todo o processo de PLST; permitir escolhas saudáveis e encorajar o desenvolvimento pessoal.

Prospetiva

A PSLT não significa simplesmente o cumprimento da legislação que regula a saúde e segurança, implicando também o envolvimento activo dos empregadores em prol da melhoria da saúde e bem-estar globais dos trabalhadores. Neste processo, é essencial envolver os trabalhadores e ter em conta as suas necessidades e os seus pontos de vista quanto à forma como o trabalho e o local de trabalho devem ser organizados.

A promoção da saúde no local de trabalho, ao proporcionar aos trabalhadores bem-estar e saúde acrescidos, tem muitas consequências positivas, tais como a diminuição da rotatividade e do absentismo, o reforço da motivação e o aumento da produtividade, além de que contribui para transimitir uma melhor imagem do empregador enquanto organização positiva e que se preocupa com o bem-estar do seu pessoal.

A promoção da saúde no local de trabalho visa, geralmente, diferentes aspectos e, na prática, está muitas vezes intimamente relacionada com a avaliação de riscos. Alguns dos aspectos da promoção da saúde no local de trabalho são:

  • Participação dos trabalhadores no processo de melhoria da organização do trabalho
  • Envolvimento activo e consulta dos trabalhadores na melhoria do seu ambiente de trabalho
  • Todas as medidas destinadas a melhorar o bem-estar no trabalho, por exemplo possibilidade de horário flexível ou de teletrabalho
  • Abordar a questão da alimentação saudável no local de trabalho, facultar informações sobre alimentação saudável, bem como disponibilizar pratos saudáveis na cantina ou instalações para os trabalhadores prepararem as suas próprias refeições
  • Sensibilização para os efeitos nocivos do tabaco, incluindo a oferta de participação gratuita em programas de cessação tabágica e a instauração da proibição de fumar nas instalações da empresa
  • Promoção da saúde mental, através da oferta de cursos para gestores sobre formas de lidar com o stresse e a tensão mental no seio das respectivas equipas, bem como da possibilidade de aconselhamento psicológico anónimo para todos os trabalhadores
  • Exercícios e actividades físicas, através da disponibilização de aulas de desporto, do incentivo da actividade física, da promoção de uma cultura activa e saudável no local de trabalho
  • Vigilância da saúde, através da oferta de exames médicos, como controlo da pressão arterial e dos níveis de colesterol.

 


Para mais informações leia as nossas fichas técnicas "Promoção da saúde no local de trabalho para trabalhadores" e "Promoção da saúde no local trabalho para empregadores". Os nossos estudos de caso sobre a promoção da saúde no local de trabalho exemplificam uma série de soluções aplicadas por diversos tipos de empresas europeias para promover a saúde no local de trabalho.

Prevenção do impacto negativo do fumo do tabaco no local de trabalho

A exposição ao fumo do tabaco é má tanto para a saúde dos fumadores como dos não fumadores e pode causar problemas graves tais como doenças cardiovasculares e respiratórias e ter efeitos adversos sobre a reprodução. Além disso, pode provocar a morte devida a vários tipos de cancro (em particular, o cancro do pulmão), doenças cardíacas coronárias e acidentes vasculares cerebrais.

No entanto, milhares de trabalhadores continuam expostos ao fumo do tabaco no seu local de trabalho. De acordo com estimativas da EU-OSHA baseadas em dados da OIT, mais de 9.000 trabalhadores morreram na UE-27 em 2008 por causa do câncer de pulmão causado pela exposição à Fumaça Ambiental do Tabaco no trabalho.
 

Além do sofrimento de cada indivíduo, a exposição ao fumo do tabaco impõe custos significativos à economia, nomeadamente custos directos ocasionados pelo aumento das despesas com os cuidados de saúde e custos indirectos associados à perda de produtividade.

 

Acção antitabaco

É do interesse de todos parar a exposição ao fumo passivo!

  • Um empregador pode eliminar a exposição ao fumo do tabaco presente no ambiente (FTA) introduzindo uma política antitabaco e apoiando os trabalhadores que fumam mediante a criação de um programa de cessação tabágica.
  • Um trabalhador fumador deverá ser tomado em consideração e não expor os seus colegas de trabalho ao fumo de tabaco, bem como deverá participar em programas de cessação tabágica para deixar de fumar.
  • Um trabalhador não fumador poderá abordar este problema com o seu empregador e com os seus colegas fumadores no sentido de conseguirem um local de trabalho sem fumo

 

Informações da EU-OSHA sobre boas práticas de prevenção à exposição ao fumo do tabaco no local de trabalho

 

Mais informações

 exsmoker_725x90_pt.gif

 

Napo em ... “Os pulmões no trabalho”

 

 

classificado em: